presta contas ame
Quinta, 28 Dezembro 2017 09:03

PM´s e bombeiros do Acre enfrentam governo após ordem para cortar gratificações

Escrito por acjornal.com
Avalie este item
(0 votos)

Policiais militares da ativa e aposentados, além de bombeiros, devem realizar um grande ato público contra o Governo do Acre. A manifestação será nesta próxima sexta-feira. A convocação é feita pelas entidades que representam soldados, cabos e oficiais das duas corporações. Todos estão extremamente revoltados com a decisão do governo de cortar o salário base e a sexta-parte. O ato será no estacionamento do Teatro plácido de Castro, no momento em que o governador Tião Viana participará de uma solenidade de promoção de oficiais. A idéia é protestar e, em seguida, sair em carreata pela Avenida Getúlio Vargas até a Praça da Revolução.

Nesta quarta-feira um parecer foi emitido às entidades pela Procuradoria Geral do Estado (PGE), comunicando que essas gratificações serão reduzidas a partir de janeiro. O soldado, com esta redução, perderá R$ 320,00. Quanto à sexta parte, a redução será de R$ 800,00 no soldo de um sargento. Por não haver decisão judicial, os militares consideram que o governador cai em contradição ao “dar presente de grego à categoria que ele próprio diz ser valorizada e importante para o estado”.

“Ele (governador) só se vangloria para fazer a política dele. Se vangloria de pagar bem a PM, mas dá com uma mãe e tira com a outra. Pior ainda: sem sequer ter o respeito de avisar e preparar os trabalhadores para o baque”, disse Rogério Silva, diretor financeiro e administrativo da Associação dos Militares do Acre. Os sindicatos e entidades informam que “estas são medidas iniciais”. Eles não descartam o que estão chamando de “Operação Cumprindo a lei” – mais conhecida como operação tartaruga. O reajuste concedido aos militares em 2015 será quase 100% consumido com a retirada das gratificações.

Há quatro anos não renova os equipamentos de proteção individual ( fardamento, algemas, coletes balísticos, armas não-letais e outros). Viaturas transitam com documentação irregular e em alguns batalhões as guarnições convivem com racionamento de combustíveis por falta de pagamento aos fornecedores.

Veja abaixo a nota oficial que convoca os militares para deliberar sobre a manifestação

EDITAL COLETIVO DE CONVOCAÇÃO DE ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA.

Rio Branco, 27 de dezembro de 2017.

As entidades associativas abaixo assinadas, representantes legítimas dos Militares Estaduais nos termos do Estatuto dos Militares (Lei Complementar n. 164/2006), por meio do presente convocam TODOS OS POLICIAIS E BOMBEIROS MILITARES, da ATIVA, INATIVOS e PENSIONISTAS, a se fazerem presentes em assembleia geral extraordinária nos seguintes termos:

PAUTA: ATO PÚBLICO CONTRA A REDUÇÃO DO SALÁRIO-BASE E DA SEXTA PARTE

DATA E HORA: SEXTA-FEIRA, 29 DE DEZEMBRO DE 2017 ÀS 07H30MIN.

LOCAL: NO ESTACIONAMENTO TEATRÃO E CARREATA ATÉ A FRENTE DO QCG DA PM EM RIO BRANCO, ACRE.
Respeitosamente,

IGOR OLIVEIRA SANTOS – CB PM
PRESIDENTE APRAPMAC

ABRAHÃO CARLOS MOTA PÚPIO – SGT BM
PRESIDENTE APRABMAC

JOELSON SOUZA DIAS – SGT PM
PRESIDENTE AME/AC

AGNALDO TEIXEIRA DAMASCENO – ST PM RR
PRESIDENTE CLUBE ST e SGT PMAC

EDENER FRANCO DA SILVA – TC PM
PRESIDENTE AOPMBM

Lido 50 vezes

banner ame filiada


catalogo convenio