presta contas ame
Quarta, 27 Dezembro 2017 16:22

Mais um pacote de maldades de fim de ano do governador Tião Viana contra os militares

Escrito por Assessoria AME/AC
Avalie este item
(0 votos)
Joelson Dias, presidente da AME/AC Joelson Dias, presidente da AME/AC

Há três finais de ano consecutivos que o governador Tião Viana presenteia os militares com o que há de pior e mais baixo, um presente que deveria ser diferente já que ele faz parte de um partido que se diz dos trabalhadores.

Em 2015, o governador Tião Viana fez, através dos coronéis, a tropa aceitar uma negociação em que retirava os 20% de inatividade e ofertava "reajuste" diferenciado entre militares da ativa e da reserva. Lembrando que fomos contra.

Em 2016, retirou a etapa alimentação dos militares da reserva e depois de várias manifestações das associações o benefício foi reitegrado ao salário.

Agora, em 2017, retira a complementação do salário mínimo e, através de uma recomendação, repito, recomendação do Ministério Público Estadual, retirará também direitos da sexta-parte. É importante frisar que nossas instituições militares foram as mais prejudicadas nesse processo.

De forma lamentável, membros do governo difundem na tropa que a culpa é das associações e alguns militares ainda acreditam. Descredibilizar as lideranças é a única arma deles e a unidade é a nossa única forma de sobrevivência, logo nos atacarão nesse ponto. Hoje, foram o complementação e a sexta-parte, amanhã será o aumento do tempo de serviço na reforma previdenciária, porque isso faz parte do acordo da renegociação da dívida dos estados sendo também essa medida uma forma de compensar as irresponsabilidades administrativas e políticas desse desgoverno.

O fato, senhores, é que o cenário de perdas sucessivas deve nos levar a um revolta para além das redes sociais, essa revolta deve se dar nas ruas, nas manifestações, no trabalho do dia a dia. O governador não ler nossos grupos Whatsapp, não ver nossos perfis de Facebook, o que eles temem são as manifestações nas ruas, dessa forma, não nos resta outra forma de combater essa tirania petista se não mostrando a cara e lutar pelos nossos direitos .

Já estamos nos reunindo com os demais presidentes militares para anunciar medidas a serem tomadas com a tropa. Até lá, vamos trabalhar de acordo com o incentivo que o governo nos dá. É hora da tropa acordar, termos coragem de ir para o campo de batalha. Nessa sexta-feira, no local e hora em que for realizada a formatura de promoção, estaremos marcando um ato público em repúdio a essa medida adotada por esses desgoverno. Esse é um momento de lutarmos por nós mesmos.

Anunciaremos em forma de edital para a tropa.

Joelson Dias
Presidente da AME/AC

Lido 40 vezes

banner ame filiada


catalogo convenio